Dilma antecipa retorno e já está em Brasília

A previsão era que a presidente voltasse ao trabalho na quinta-feira 10, mas o retorno foi antecipado sem que o Palácio do Planalto informasse o motivo. Mas ela chega na véspera da reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) sobre a situação do suprimento de energia no país

Dilma antecipa retorno e já está em Brasília
Dilma antecipa retorno e já está em Brasília
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Danilo Macedo e Luana Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff chegou no fim da tarde de hoje (8) a Brasília depois de um recesso na Base Naval de Aratu, na Bahia. Dilma estava desde o dia 28 de dezembro nas instalações da Marinha, onde passou o reveillon com a família. A presidenta deve passar o resto do dia no Palácio do Alvorada, sua residência oficial.

A previsão era que a presidenta voltasse ao trabalho na quinta-feira (10), mas o retorno foi antecipado para hoje. O Planalto não informou o motivo da mudança de data. A volta antecipada de Dilma ocorre na véspera da reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), que avalia amanhã (9) a situação do suprimento de energia no país. O baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas tem preocupado o governo.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), atualmente os reservatórios da Região Nordeste operam com 31,61% da capacidade, enquanto os da Região Norte com 41,24%. Para suprir a demanda de consumo, todas as termelétricas estão em funcionamento.

De acordo com a Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia Elétrica (Apine), os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste encontram-se no mais baixo nível para o mês de janeiro desde 2001, ano do último racionamento de energia elétrica no país. A capacidade armazenada atual nos lagos das usinas é 28,9%.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email