Dilma: Assange foi preso por revelar abusos dos Estados Unidos

A presidente deposta Dilma Rousseff criticou a prisão do ativista Julian Assange, fundador do Wikileaks, pela polícia da Inglaterra, a mando dos Estados Unidos; Dilma, que foi espionada pelos Estados Unidos em revelação feita pelo Wikileaks em 2015, disse que Assange está sendo preso porque revelou ao mundo abusos cometidos pelo governo americano e por grandes corporações. "A intenção é interditar a verdade e impedir a livre circulação de informações. A prisão atenta contra a democracia e a imprensa democrática não pode se calar", diz Dilma pelo Twitter

Dilma: Assange foi preso por revelar abusos dos Estados Unidos
Dilma: Assange foi preso por revelar abusos dos Estados Unidos
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente deposta Dilma Rousseff criticou a prisão do ativista Julian Assange, fundador do Wikileaks, pela polícia da Inglaterra, a mando dos Estados Unidos. 

Dilma, que foi espionada pelos Estados Unidos em revelação feita pelo Wikileaks em 2015, disse que Assange está sendo preso porque revelou ao mundo abusos cometidos pelo governo americano e por grandes corporações. "A intenção é interditar a verdade e impedir a livre circulação de informações. A prisão atenta contra a democracia e a imprensa democrática não pode se calar", diz Dilma pelo Twitter. 

"A prisão do criador do site Wikileaks, Julian Assange, é uma ruptura do princípio universal do asilo politico. É uma submissão do governo do Equador aos EUA. O governo britânico, subserviente, retirou Assange à força da embaixada do Equador em Londres, onde ele era refugiado", diz ela. 

 

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247