Dilma discute formas de ampliar relações com os EUA

No primeiro compromisso da viagem aos Estados Unidos, a presidenta Dilma Rousseff se reuniu neste domingo, em Nova York, com empresários brasileiros com negócios no país e que integram a comitiva da presidenta; o objetivo foi conversar com os empresários sobre formas de intensificar as relações com os Estados Unidos e ampliar os investimentos; Dilma ouviu os cerca de 20 empresários que participaram do encontro

No primeiro compromisso da viagem aos Estados Unidos, a presidenta Dilma Rousseff se reuniu neste domingo, em Nova York, com empresários brasileiros com negócios no país e que integram a comitiva da presidenta; o objetivo foi conversar com os empresários sobre formas de intensificar as relações com os Estados Unidos e ampliar os investimentos; Dilma ouviu os cerca de 20 empresários que participaram do encontro
No primeiro compromisso da viagem aos Estados Unidos, a presidenta Dilma Rousseff se reuniu neste domingo, em Nova York, com empresários brasileiros com negócios no país e que integram a comitiva da presidenta; o objetivo foi conversar com os empresários sobre formas de intensificar as relações com os Estados Unidos e ampliar os investimentos; Dilma ouviu os cerca de 20 empresários que participaram do encontro (Foto: Romulo Faro)

Yara Aquino - Repórter da Agência Brasil

No primeiro compromisso da viagem aos Estados Unidos, a presidenta Dilma Rousseff se reuniu neste domingo (28), em Nova York, com empresários brasileiros com negócios no país e que integram a comitiva da presidenta. De acordo com a assessoria de imprensa do Itamaraty, o objetivo foi conversar com os empresários sobre formas de intensificar as relações com os Estados Unidos e ampliar os investimentos.

A reunião durou cerca de três horas, tempo em que Dilma Rousseff ouviu os cerca de 20 empresários que participaram do encontro. Ministros das áreas do desenvolvimento indústrial, ciência e tecnologia e da área econômica acompanharam a apresidenta na reunião.

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, chegou a Nova York no início da tarde e conseguiu participar de parte da conversa com os empresários. Na véspera da viagem, Levy foi hospitalizado com embolia pulmonar e não pode viajar com a presidenta e comitiva. Ele seguiu ontem (28) à noite em voo comercial para Nova York e chegou no início da tarde de hoje (28) à cidade.

Levy conversou rapidamente com jornalistas ao chegar no hotel, disse que está bem e negou que tenha desobedecido ordens médicas para que não viajasse.

Também participaram os ministros do Planejamento, Nelson Barbosa; da Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo; do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro; da Educação, Renato Janine Ribeiro; e das Relações Exteriores, Mauro Vieira.

Amanhã (29), a presidenta Dilma se reúne com investidores do setor financeiro e com empresários do setor produtivo. Em Nova York, ela também recebe o ex-secretário de Estado americano Henry Kissinger e participa do encerramento do Encontro Empresarial sobre Oportunidades de Investimento em Infraestrutura no Brasil. Em seguida, embarca para Washington, onde será recebida por Barack Obama.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247