Dilma: Lula é alvo de absoluta injustiça

"Olha, eu não chorei na minha prisão. Eu fiquei três anos na cadeia. Não chorei no meu processo de impeachment. O dia que eu soube que ele ia ser preso, eu chorei. Sabe por quê? Comove muito uma situação de absoluta injustiça", diz a presidente deposta Dilma Rousseff

dilma lula
dilma lula (Foto: Leonardo Attuch)

247 – “Estou sentindo muito a prisão do Lula. Eu conheço a personalidade do Lula, ele é uma pessoa extremamente generosa. Ele foi muito amado pela mãe. Mãe é uma figura fundamental, sabia? A mãe dele era paupérrima, tinha somente uma lata de leite, era uma mulher analfabeta, mas um dia disse à professora do Lula, que queria ficar com ele porque era um aluno muito inteligente: “Não, ele tem mãe, obrigada”. Esse amor irrestrito dela por ele transformou ele numa pessoa muito boa. Eu sei o que ele representa, sei da capacidade dele. Como qualquer ser humano, Lula também tem defeitos, mas as qualidades do Lula são infinitamente superiores. Olha, eu não chorei na minha prisão. Eu fiquei três anos na cadeia. Não chorei no meu processo de impeachment. O dia que eu soube que ele ia ser preso, eu chorei. Sabe por quê? Comove muito uma situação de absoluta injustiça. Engraçado que no dia do meu impeachment, atrás de uma pilastra no Palácio da Alvorada, quando eu desci a rampa, ele me abraçou chorando, soluçava. Eu disse para ele: ‘acalme-se’. Agora, na sua prisão, ele quem me acalmou”.

Dilma Rousseff

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247