Dirceu alerta: militares apoiarão autogolpe de Bolsonaro

“Não tenhamos ilusões”, diz o ex-ministro em artigo publicado no site Nocaute. “O militarismo está de volta e a politização das Forças Armadas será inevitável, se não reagirmos e não dermos um basta a toda e qualquer ação militar fora dos marcos da Constituição”

José Dirceu e militares no governo Bolsonaro
José Dirceu e militares no governo Bolsonaro (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro José Dirceu faz um alerta importante em artigo publicado no site Nocaute, do jornalista Fernando Morais: os militares vão, sim, apoiar um autogolpe de Jair Bolsonaro.

“Não tenhamos ilusões”, diz ele. “O militarismo está de volta e a politização das Forças Armadas será inevitável, se não reagirmos e não dermos um basta a toda e qualquer ação militar fora dos marcos da Constituição”, avalia.

“Não se trata apenas de presença de 3 mil militares, inclusive da ativa, no governo federal, mas da tutela aberta militar sobre o país, da volta do militarismo, da politização das Forças Armadas”, explica. “Não será a primeira vez”, lembra o petista.

Leia aqui a íntegra do artigo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247