Dodge recua e não vai apresentar terceira denúncia contra Temer

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou nesta terça-feira, 25, parecer ao Supremo Tribunal Federal em que pede a suspensão do inquérito que investiga se Michel Temer recebeu propina da Odebrecht; Dodge considera que o presidente não pode ser responsabilizado por atos anteriores ao seu mandato; a PGR pediu ao ministro Edson Fachin que a parte do inquérito relativa aos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia) seja enviada para o Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF)

Dodge recua e não vai apresentar terceira denúncia contra Temer
Dodge recua e não vai apresentar terceira denúncia contra Temer

247 - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou nesta terça-feira, 25, parecer ao Supremo Tribunal Federal em que pede a suspensão do inquérito que investiga se Michel Temer recebeu propina da Odebrecht. 

Segundo informações do colunista Bernardo Mello Franco, Dodge considera que o presidente não pode ser responsabilizado por atos anteriores ao seu mandato. A PGR pediu ao ministro Edson Fachin que a parte do inquérito relativa aos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia) seja enviada para o Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF).

Em relatório concluído no início do mês, a Polícia Federal (PF) apontou indícios de que Temer cometeu os crimes corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Padilha foi acusado dos mesmos crimes e Moreira, de corrupção passiva. Os três negam as acusações.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247