Doria defende afastamento de Alckmin do PSDB

Para o governador de São Paulo, seu antecessor e padrinho político deveria se licenciar do partido enquanto estivesse sob investigação; Geraldo Alckmin é alvo de um processo que investiga o repasse de caixa dois da Odebrecht para sua campanha ao governo paulista em 2014

Doria defende afastamento de Alckmin do PSDB
Doria defende afastamento de Alckmin do PSDB
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu em entrevista concedida nesta quinta-feira 13 à Bandnews TV que seu antecessor e padrinho político, o ex-governador Geraldo Alckmin, deveria se licenciar do partido enquanto estivesse sob investigação.

Alckmin é alvo de um processo que investiga o repasse de caixa dois da Odebrecht para sua campanha ao governo paulista em 2014 e teve os bens bloqueados em até R$ 9,9 milhões em abril. 

Doria já havia defendido, em entrevista na semana passada, que todos os tucanos envolvidos em investigações já deflagradas deveriam pedir licença do partido. E que se isso não ocorresse, deveriam ser expulsos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247