Em carta, Lula pede que Dilma resista atacando

Em mensagem enviada à presidente deposta Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político desde 7 de abril deste ano, a felicita pelo aniversário e pede que ela possa resistir atacando – e não se defendendo. "Meu lema agora é: não troco minha liberdade pela minha dignidade", escreveu ainda Lula. Dilma foi citada na delação sem provas do ex-ministro Antônio Palocci e há rumores de que ela também possa ser alvo de violências judiciais

Em carta, Lula pede que Dilma resista atacando
Em carta, Lula pede que Dilma resista atacando

247 – Em mensagem enviada à presidente deposta Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político desde 7 de abril deste ano, a felicita pelo aniversário e pede que ela possa resistir atacando – e não se defendendo.

"Querida Dilma, estou te escrevendo para te dar os parabéns por mais um aniversário, que você tenha força para resistir atacando, e não se defendendo. Desejo toda sorte do mundo, Dilminha, aqui estou preparado para enfrentar o Moro, as mentiras da minha condenação. Meu lema agora é: não troco minha liberdade pela minha dignidade. Feliz Natal", escreveu Lula.

Dilma foi citada na delação sem provas do ex-ministro Antônio Palocci e há rumores de que ela também possa ser alvo de violências judiciais. Lula será indicado para receber o Prêmio Nobel da Paz em 2019, pela sua resistência pacífica diante do lawfare – o uso de instrumentos jurídicos para perseguições políticas – de que tem sido vítima.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247