Em duas semanas, tudo pode mudar: Haddad dispara 7 pontos em nova pesquisa

"Os números variam de uma pesquisa para outra, mas o crescimento da curva do petista Fernando Haddad, abrindo a 'boca do jacaré', é uma constante em todas, desde o lançamento oficial da sua candidatura há apenas 15 dias", diz o jornalista Ricardo Kotscho

Em duas semanas, tudo pode mudar: Haddad dispara 7 pontos em nova pesquisa
Em duas semanas, tudo pode mudar: Haddad dispara 7 pontos em nova pesquisa (Foto: Dir.: Stuckert)

247 - "Num cenário em que 51% das mulheres (40 milhões de eleitoras) e 27% dos homens ainda não têm candidato, pretendem votar nulo ou branco, segundo o Datafolha, tudo ainda pode mudar, a duas semanas da eleição", escreve o jornalista Ricardo Kotscho.

"Os números variam de uma pesquisa para outra, mas o crescimento da curva do petista Fernando Haddad, abrindo a 'boca do jacaré', é uma constante em todas, desde o lançamento oficial da sua candidatura há apenas 15 dias. Haddad subiu mais 7 pontos e chegou a 23% na nova pesquisa do instituto FSB, encomendada pelo banco BTG-Pactual, a primeira divulgada nesta segunda-feira. Jair Bolsonaro, do PSL, continuou na liderança, com os mesmos 33% da semana passada, e Ciro Gomes, do PDT, caiu de 14% para 10%", acrescenta.

O jornalista reforça que "o tucano Geraldo Alckmin subiu dois pontos e foi a 8%, seguido de Marina Silva, da Rede, que se manteve com 5%". "Como se pode notar, a carta de FHC aos eleitores de 'centro', para se unirem em torno de Alckmin, teve o mesmo efeito do horário de propaganda na TV, ou seja, nenhum". "Os cenários da batalha pelo voto nesta reta final estão definidos para conquistar os indecisos e os que não pretendem votar em ninguém".

Leia a íntegra no Balaio do Kotscho

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247