Enfraquecido, Moro diz ser "provável" que fique no ministério até o fim do governo Bolsonaro

Ministro da Justiça, Sérgio Moro, disse ser “provável” que fique à frente da pasta até o final do governo Jair Bolsonaro. "Possível, não, provável: eu não entrei no governo para sair. Entrei para ficar", afirmou. Segundo Moro, que vem sendo alvo de um processo de fritura por parte de Bolsonaro, existem muitas especulações sobre seu futuro no governo. “Não tem destino traçado”, comentou

Sergio Moro
Sergio Moro (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Justiça, Sérgio Moro, disse ser “provável” que fique à frente da pasta até o final do governo Jair Bolsonaro. "Possível, não, provável: eu não entrei no governo para sair. Entrei para ficar", afirmou Moro em entrevista ao programa Em Foco, exibido pela Globonews nesta quarta-feira (28). Segundo Moro, que vem sendo alvo de um processo de fritura por parte de Bolsonaro, existem muitas especulações sobre seu futuro no governo. “Não tem destino traçado”, comentou. 

Na semana passada, Bolsonaro afirmou que quem manda na Polícia Federal é ele e que, desta forma, poderia trocar o comando da instituição se assim desejasse, a despeito da PF estar subordinada diretamente ao Ministério da Justiça. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247