Ex-diretor do DER do Paraná fecha delação e pode comprometer Richa

O ex-diretor geral do DER do Paraná Nelson  Leal Júnior fechou acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato onde se comprometeu a fornecer detalhes acerca do esquema do pagamento de propinas pelo Grupo Triunfo; Leal, juntamente com o assessor da Casa Civil do Paraná, Carlos Nasser, e tido como um dos homens de confiança do governador Beto Richa (PSDB), é apontado como beneficiário do esquema

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) quer reduzir o tempo de espera em filas no ferryboat neste Carnaval. Na foto, o diretor-geral do DER, Nelson Leal Junior. Curitiba, 05/02/2013 Foto: Ivan Bueno
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) quer reduzir o tempo de espera em filas no ferryboat neste Carnaval. Na foto, o diretor-geral do DER, Nelson Leal Junior. Curitiba, 05/02/2013 Foto: Ivan Bueno (Foto: Paulo Emílio)

Paraná 247 - O ex-diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) Nelson Leal Júnior fechou acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba onde se comprometeu a fornecer detalhes acerca do esquema do pagamento de propinas pelo Grupo Triunfo, incluindo a concessionária Econorte. Leal, juntamente com o assessor da Casa Civil do Paraná, Carlos Nasser, é tido como um dos homens de confiança do governador Beto Richa (PSDB), e é apontado como um dos beneficiários do esquema.

 O ex-diretor do DER afirmar ter sido indicado para o cargo por José Richa Filho (conhecido como Pepe Richa), irmão de Beto Richa, que já ocupou a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística. Leal, que estava preso desde maio, foi solto no último dia 28, após fechar o acordo de delação. 

Os investigadores da Lava Jato avaliam que o esquema de propinas pela concessionário de rodovias Econorte possa ter sido replicado em outros estados.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247