Falcão diz que não cogita prisão de petistas

Presidente do PT acredita que os ministros do Supremo darão outra interpretação à Ação Penal 470 após análise dos recursos apresentados pelas defesas dos 25 réus – três dos condenados a penas em regime fechado são filiados do partido: José Dirceu, Delúbio Soares e João Paulo Cunha

Falcão diz que não cogita prisão de petistas
Falcão diz que não cogita prisão de petistas

247 – O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou nesta quarta-feira (8) que o partido não cogita a prisão de nenhum dos petistas condenados no processo do chamado mensalão.

Para o dirigente, o Supremo dará outra interpretação ao caso na análise dos recursos apresentados pelas defesas dos 25 réus – 11 deles estão condenados a penas em regime fechado. Destes, três são filiados ao PT: José Dirceu, Delúbio Soares e João Paulo Cunha.

“Não estamos trabalhando com essa hipótese [prisão dos petistas condenados no mensalão], porque acreditamos muito que, à luz dos embargos, haverá uma nova apreciação no processo. Para nós, até o momento, não há nenhum condenado, porque os recursos não se esgotaram. Portanto, não há de se cogitar de prisão de ninguém”, enfatizou.

O presidente do STF e relator do mensalão, o ministro Joaquim Barbosa pediu que o Ministério Público Federal se manifeste sobre os recursos.

Em decisão proferida em março, Barbosa negou a liberação dos bens de Duda Mendonça com a justificativa de que a absolvição do publicitário não era definitiva; ele acatou argumento da Procuradoria-Geral da República de que poderia haver "modificação do julgado" nos embargos.

Agora, refuta a tese.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247