Fernando Haddad após permanência de Guedes: “mercado abandonou terceira via”

“Calote nos precatórios e furo no teto de gastos foram assimilados. É o que parece”, analisou o ex-ministro Fernando Haddad

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - “O mercado abandonou a terceira via”, interpretou o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro Fernando Haddad (PT) sobre a coletiva de imprensa de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes que confirmou a permanência do ministro da Economia no governo.

“Calote nos precatórios e furo no teto de gastos foram assimilados. É o que parece”, completou Haddad, provável candidato ao governo de São Paulo, sugerindo a consolidação do apoio à permanência de Bolsonaro na presidência.

Na coletiva, Bolsonaro confirmou Guedes no cargo e disse que não fará "nenhuma aventura" com o Auxílio Brasil. Já o ministro defendeu que é preciso ter responsabilidade fiscal, mas que não dá para deixar o povo passando fome. Ele disse preferir “um ajuste fiscal menos intenso, mas um abraço social um pouco mais longo”.

PUBLICIDADE

Ao anunciar o novo secretário do Tesouro, Esteves Colnago, Guedes cometeu um ato falho e disse o nome de André Esteves, o banqueiro. Colnago foi ministro na gestão Michel Temer, responsável pela articulação entre Bolsonaro e o STF para amenizar os ataques do presidente à Corte.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email