FHC foi quem usou a palavra “cooptação” em programa do PSDB

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ajudou a elaborar a propaganda em que o PSDB diz fazer uma autocrítica e que acabou rachando o partido; o cacique tucano é quem teria trocado o termo "presidencialismo de coalização" para "cooptação", a fim de fazer uma crítica ao governo Temer

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ajudou a elaborar a propaganda em que o PSDB diz fazer uma autocrítica e que acabou rachando o partido; o cacique tucano é quem teria trocado o termo "presidencialismo de coalização" para "cooptação", a fim de fazer uma crítica ao governo Temer
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ajudou a elaborar a propaganda em que o PSDB diz fazer uma autocrítica e que acabou rachando o partido; o cacique tucano é quem teria trocado o termo "presidencialismo de coalização" para "cooptação", a fim de fazer uma crítica ao governo Temer (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ajudou a elaborar a propaganda em que o PSDB diz fazer uma autocrítica e que acabou rachando o partido.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o cacique tucano é quem teria trocado o termo "presidencialismo de coalização" para "cooptação", a fim de fazer uma crítica ao governo Temer.

A propaganda, cuja ideia foi coordenada pelo atual presidente da sigla, senador Tasso Jereissati (CE), dividiu o partido. Uma ala tucana agora defende a saída de Jereissati e a volta do senador Aécio Neves (MG) ao cargo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247