Filho de Renan é alvo de inquérito enviado ao STF

Para o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e a subprocuradora Cláudia Sampaio, há indícios de que o deputado federal participou de um desvio de verbas para a merenda escolar da Prefeitura de Murici (AL)

Filho de Renan é alvo de inquérito enviado ao STF
Filho de Renan é alvo de inquérito enviado ao STF
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Renan Filho (PMDB-AL), 33, é alvo de um inquérito da Polícia Federal. Para o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e a subprocuradora Cláudia Sampaio, há indícios de que o deputado federal participou de um desvio de verbas para a merenda escolar da Prefeitura de Murici (AL). Ele é filho de Renan Calheiros (PMDB-AL), favorito para presidir o Senado a partir do mês que vem.

O filho de Renan se reelegeu prefeito em 2008 e deixou o mandato em 2010, pra assumir o cargo de deputado.

De 2005 a 2008, a prefeitura recebeu do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação cerca de R$ 1,25 milhão para a merenda. A empresa escolhida para fornecer o serviço, a RJS Comércio, teria apresentado à prefeitura notas fiscais em valores muito acima dos registrados pela Secretaria de Fazenda de Alagoas.

Com foro privilegiado, o caso foi enviado a ministro Gilmar Mendes, do STF.

A Procuradoria-Geral da República também encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido para investigar Renan Calheiros (AL) por crime contra o meio ambiente e o patrimônio genético em uma unidade de conservação em Alagoas. Ele é favorito para ser eleito, no mês que vem, presidente do Senado, cargo do qual se afastou em 2007 depois de denúncias de que uma empresa pagava a pensão alimentícia à mãe de uma filha fora do casamento.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email