Fundo de campanhas equivale a orçamento de 7 ministérios

Novo fundo público para bancar campanhas eleitorais, que segundo a reforma política aprovada em comissão na Câmara será de R$ 3,6 bilhões, tem valor que supera ou iguala o orçamento anual de sete pastas, um quarto dos ministérios do governo, segundo levantamento feito pelo Estado de S.Paulo

Deputados retomarão a votação dos destaques da proposta de reforma política na manhã desta quinta-feira Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Deputados retomarão a votação dos destaques da proposta de reforma política na manhã desta quinta-feira Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil (Foto: Gisele Federicce)

247 - Sete ministérios do governo federal têm valor igual ou menor do que o fundo público destinado a bancar campanhas eleitorais, conforme a proposta de reforma política aprovada em comissão especial na Câmara nesta semana.

Segundo levantamento realizado pelo jornal O Estado de S.Paulo, os ministérios do Turismo, Esporte, Transparência, Cultura, Indústria e Comércio Exterior, Advocacia-Geral da União e Relações Exteriores têm orçamentos que equivalem ao fundo bilionário.

O valor do fundo é de R$ 3,6 bilhões, e chegou a ser criticado até mesmo pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), da base governista de Temer. Líderes da base aliada defendem que o fundo seja abastecido com recursos já existentes no Orçamento, como emendas parlamentares.

A ideia, porém, encontra resistência na Casa. Uma parcela dos deputados luta para que as emendas sejam preservadas e os recursos do 'fundão' saiam do Tesouro, mesmo em meio à crise econômica e os problemas de receita do governo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247