Fux atende MBL e dá à Justiça poder para barrar Renan no Senado

O ministro do STF Luiz Fux remeteu à Justiça Federal de Brasília um pedido do Movimento Brasil Livre (MBL) para impedir a candidatura de Renan Calheiros (MDB-AL) à presidência do Senado; o movimento argumenta que o parlamentar, alvo de 14 investigações, não tem idoneidade e reputação ilibada para a postulação.

Fux atende MBL e dá à Justiça poder para barrar Renan no Senado
Fux atende MBL e dá à Justiça poder para barrar Renan no Senado (Foto: Esq.: José Cruz - ABR / Dir.: Marcos Brandão - Senado)

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux remeteu à Justiça Federal de Brasília um pedido do Movimento Brasil Livre (MBL) para impedir a candidatura de Renan Calheiros (MDB-AL) à presidência do Senado.

De acordo com informações do site O Antagonista, o movimento argumenta que o parlamentar, alvo de 14 investigações, não tem idoneidade e reputação ilibada para a postulação.

As candidaturas à presidência da Cas devem ser formalizadas em 1º de fevereiro, mesmo dia em que tomam posse os senadores eleitos.

No Twitter, o congressista informou que caberá à bancada decidir quem será candidato. "Olha, não quero ser presidente do Senado. Os alagoanos me reelegeram para ser bom senador, não presidente. Já fui várias vezes, em momentos também difíceis. A decisão caberá à bancada, e temos outros nomes".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247