Fux autoriza inquérito para investigar crimes no Mato Grosso

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux autorizou a abertura de uma investigação para apurar suspeitas de organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro no governo do Mato Grosso, crimes relatados pelo ex-governador Silval Barbosa, em sua delação premiada; a investigação vai chegar em Blairo Maggi, ministro da Agricultura de Temer

fux
fux (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux autorizou a abertura de uma investigação para apurar suspeitas de crimes de organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro no governo do Mato Grosso.

Os crimes são investigados no âmbito da Operação Ararath e foram relatados pelo ex-governador Silval Barbosa em seu acordo de delação premiada. Os crimes envolvem também três parentes de Barbosa e um auxiliar.

A investigação vai chegar ainda em Blairo Maggi, ministro da Agricultura do governo Temer, e de quem Barbosa foi vice-governador. O pedido de abertura de inquérito foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Segundo Janot, Maggi "exercia incontestavelmente a função de liderança mais proeminente na organização criminosa".

"Entre os agentes politicos, destaca-se a figura de Blairo Maggi, o qual exercia incontestavelmente a função de liderança mais proeminente na organização criminosa, embora se possa afirmar que outros personagens tinham também sua parcela de comando no grupo, entre eles o próprio Silval Barbosa e José Geraldo Riva", diz o procurador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247