General ameaça STF em julgamento de recurso de Lula

General Paulo Chagas ameaça o STF em pleno julgamento de recurso da defesa de Lula para obter sua liberdade; ele escreveu em seu perfil no twitter: "Até o dia 10 de maio, saberemos se Gilmar, Lewandowski e Toffoli tomarão o partido do Brasil ou do crime"; os ministros Fachin e Toffoli já votaram contra Lula; militar da reserva, Chagas é pré-candidato ao governo do Distrito Federal, com apoio de Jair Bolsonaro 

General Paulo Chagas ameaça o STF em pleno julgamento de recurso da defesa de Lula para obter sua liberdade; ele escreveu em seu perfil no twitter: "Até o dia 10 de maio, saberemos se Gilmar, Lewandowski e Toffoli tomarão o partido do Brasil ou do crime"; os ministros Fachin e Toffoli já votaram contra Lula; militar da reserva, Chagas é pré-candidato ao governo do Distrito Federal, com apoio de Jair Bolsonaro 
General Paulo Chagas ameaça o STF em pleno julgamento de recurso da defesa de Lula para obter sua liberdade; ele escreveu em seu perfil no twitter: "Até o dia 10 de maio, saberemos se Gilmar, Lewandowski e Toffoli tomarão o partido do Brasil ou do crime"; os ministros Fachin e Toffoli já votaram contra Lula; militar da reserva, Chagas é pré-candidato ao governo do Distrito Federal, com apoio de Jair Bolsonaro  (Foto: Ana Pupulin)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O general da reserva Paulo Chagas, volta a ameaçar o STF, desta vez por conta do julgamento de recurso da defesa do ex-presidente Lula no plenário virtual da corte. Escreveu o general em sua conta no twitter: "CUIDADO COM A CÓLERA DAS MULTIDÕES !!! Até o dia 10 de maio, saberemos se Gilmar, Lewandowski e Toffoli tomarão o partido do Brasil ou do crime. Querem boicotar a Lavajato ou fazer justiça?"

Participam da votação eletrônica os cinco ministros da Segunda Turma do STF, colegiado composto por Edson Fachin, relator do caso, e os ministros Celso de Mello, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. O julgamento começou na última sexta-feira (4) e deve ser concluído até as 23h59 do dia 10 de maio. 

Até o momento, segundo informações vazadas do STF, os ministros Fachin e Toffoli já teriam votado contra o recurso que pretende libertar Lula.

O general Chagas é conhecido por suas seguidas ações de intimidação das instituições. Em 2015, investiu contra a Comissão da Verdade e, nos últimos meses, tem recorrentemente ameaçado o STF. Apoiado por Jair Bolsonaro, ele é pré candidato ao governo do Distrito Federal pelo PRP. 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email