Gilmar Mendes diz que 92 mil mortes por Covid-19 são "constrangimento para Brasil"

"Nos avizinhamos desse macabro número de 100 mil mortes no Brasil. Um campeonato realmente constrangedor que nunca gostaremos de querer vencer", disse o ministro do STF durante debate neste sábado

Gilmar Mendes fala sobre a pandemia do coronavírus
Gilmar Mendes fala sobre a pandemia do coronavírus (Foto: NELSON JR/STF | REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou neste sábado (1) que as mais de 92 mil mortes por covid-19, registradas ontem, são um "alto constrangimento que estamos a enfrentar". 

"Nos avizinhamos desse macabro número de 100 mil mortes no Brasil. Um campeonato realmente constrangedor que nunca gostaremos de querer vencer", disse Mendes, durante debate "Federalismo Cooperativo: o Fundeb e o SUS", realizado pelo Instituto de Direito Público em parceria com o site Consultor Jurídico.

"Brasil só não chegou a resultados piores graças ao SUS e acho que também graças às ações dos governadores que foram extremamente pró-ativos, por isso a importância do federalismo, que cumpre uma função vital para a democracia, que faz uma divisão dos poderes num plano vertical, o que contribui para vitalizar e manter viva a democracia", acrescentou Mendes.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247