Gleisi: “entregar Banco Central ao mercado significa abrir mão da soberania nacional”

Em entrevista à TV 247, a presidente nacional do PT disse que a aprovação do projeto pelos deputados “é uma tragédia”. “Nós em meio a uma pandemia, o povo sem renda, problema da vacina. Aí a prioridade da base no Congresso é da urgência para um processo de autonomia do Banco Central para entregá-lo ao mercado financeiro”, criticou. Assista

Gleisi Hoffmann e Banco Central
Gleisi Hoffmann e Banco Central (Foto: PT | Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), criticou a aprovação, na última quarta-feira (10), do projeto que prevê a autonomia do Banco Central pela Câmara dos Deputados. “É uma tragédia”, resumiu, em participação no Boa Noite 247.

“Essa votação do Banco Central é uma tragédia, porque, veja, nós em meio a uma pandemia, o povo sem renda, problema da vacina. Aí a prioridade com sua base no Congresso é da urgência para um processo de autonomia do Banco Central para entregá-lo ao mercado financeiro”, condenou a deputada.

Ela alertou que a entrega do Banco Central ao mercado prejudica a soberania nacional: “O banco que era do governo passou a ter autonomia e agora vai ter mais poder em termos de política econômica que o presidente da República. Estamos abrindo mão da nossa soberania”.

Gleisi também analisou a composição da Câmara dos Deputados, onde frequentemente deputados de partidos da esquerda têm debandando para o lado do governo Bolsonaro. Segundo ela, isso leva à intensificação da pauta neoliberal.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email