Gleisi: extinção de conselhos mostra linha autoritária do governo

Presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), afirma que a extinção dos conselhos populares pelo governo Bolsonaro, que prevê a participação da sociedade civil, "representa a linha política do governo: autoritário, de afastamento da população dos debates. Fere a Constituição, que prevê a participação e fiscalização popular para as políticas públicas. A ideia é sufocar os movimentos sociais pra retirar direitos do povo"

Gleisi: extinção de conselhos mostra linha autoritária do governo
Gleisi: extinção de conselhos mostra linha autoritária do governo (Foto: Alessandro Dantas/PT)

247 - A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), afirma que a extinção dos conselhos populares por um decreto do presidente Jair Bolsonaro, que prevê a participação da sociedade civil, representa a linha autoritária do governo e sua intenção de atacar os movimentos sociais.

"A extinção dos conselhos representa a linha política do governo: autoritário, de afastamento da população dos debates. Fere a Constituição q prevê a participação e fiscalização popular p/ as políticas públicas. A ideia é sufocar os movimentos sociais pra retirar direitos do povo", postou Gleisi no Twitter.

A bancada do PT na Câmara protocolou nesta sexta-feira 12 dois projetos de decreto legislativo (PDL) para barrar os decretos de Bolsonaro que extinguem a maioria dos conselhos sociais.

O governo federal pretende diminuir de 700 para menos de 50 o número de conselhos previstos pela Política Nacional de Participação Social (PNPS) e pelo Sistema Nacional de Participação Social (SNPS).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247