Gleisi: não basta Parente cair, é preciso mudar política de preços

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, exigiu a mudança na política de reajustes de preços dos combustíveis, após a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras; "Não basta trocar o entreguista Pedro Parente na presidência da Petrobras. Tem de mudar sua política de preços para os combustíveis e a ofensiva privatista na empresa e na entrega do pré-sal. Tem de recuperar a Petrobrás para o Brasil e para os brasileiros", disse Gleisi pelo Twitter

www.brasil247.com - A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, exigiu a mudança na política de reajustes de preços dos combustíveis, após a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras; "Não basta trocar o entreguista Pedro Parente na presidência da Petrobras. Tem de mudar sua política de preços para os combustíveis e a ofensiva privatista na empresa e na entrega do pré-sal. Tem de recuperar a Petrobrás para o Brasil e para os brasileiros", disse Gleisi pelo Twitter
A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, exigiu a mudança na política de reajustes de preços dos combustíveis, após a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras; "Não basta trocar o entreguista Pedro Parente na presidência da Petrobras. Tem de mudar sua política de preços para os combustíveis e a ofensiva privatista na empresa e na entrega do pré-sal. Tem de recuperar a Petrobrás para o Brasil e para os brasileiros", disse Gleisi pelo Twitter (Foto: Aquiles Lins)


247 - A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, exigiu a mudança na política de reajustes de preços dos combustíveis, após a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras. 

"Não basta trocar o entreguista Pedro Parente na presidência da Petrobras. Tem de mudar sua política de preços para os combustíveis e a ofensiva privatista na empresa e na entrega do pré-sal. Tem de recuperar a Petrobrás para o Brasil e para os brasileiros", disse Gleisi pelo Twitter. 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247