Gleisi: xenofobia contra entrevista à Al Jazeera precisa ser reparada

"O teor das manifestações adversárias, por ignorância ou má fé, sobre entrevista que concedi à TV Al Jazeera, do Catar, evidenciam ainda o caráter racista e xenófobo contra povo árabe e isso também precisa ser reparado. Dei entrada a notícia de crime contra essas representações descabidas e continuaremos denunciando a prisão política do Presidente Lula, os ataques à democracia no País e lutando pela libertação e inocência do maior líder popular da história do Brasil", escreveu a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ao comentar o arquivamento do pedido de investigação contra ela 

"O teor das manifestações adversárias, por ignorância ou má fé, sobre entrevista que concedi à TV Al Jazeera, do Catar, evidenciam ainda o caráter racista e xenófobo contra povo árabe e isso também precisa ser reparado. Dei entrada a notícia de crime contra essas representações descabidas e continuaremos denunciando a prisão política do Presidente Lula, os ataques à democracia no País e lutando pela libertação e inocência do maior líder popular da história do Brasil", escreveu a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ao comentar o arquivamento do pedido de investigação contra ela 
"O teor das manifestações adversárias, por ignorância ou má fé, sobre entrevista que concedi à TV Al Jazeera, do Catar, evidenciam ainda o caráter racista e xenófobo contra povo árabe e isso também precisa ser reparado. Dei entrada a notícia de crime contra essas representações descabidas e continuaremos denunciando a prisão política do Presidente Lula, os ataques à democracia no País e lutando pela libertação e inocência do maior líder popular da história do Brasil", escreveu a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ao comentar o arquivamento do pedido de investigação contra ela  (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, afirmou nesta sexta-feira, 27, que os ataques xenófobos contra a entrevista que ela concedeu à rede de TV do Catar Al Jazeera. 

"O teor das manifestações adversárias, por ignorância ou má fé, sobre entrevista que concedi à TV Al Jazeera, do Catar, evidenciam ainda o caráter racista e xenófobo contra povo árabe e isso também precisa ser reparado. Dei entrada a notícia de crime contra essas representações descabidas e continuaremos denunciando a prisão política do Presidente Lula, os ataques à democracia no País e lutando pela libertação e inocência do maior líder popular da história do Brasil", escreveu Gleisi em sua página no Facebbok. 

Nesta sexta-feira, a Procuradoria Geral da República determinou o arquivamento da notícia de fato aprensenta contra a entrevista da senadora. (leia mais). Entre os autores dos ataques a Gleisi está o da senadora Ana Amélia (PP-RS), que "confundiu" Al Jazeera com o grupo terrorista Estado Islâmico (relembre aqui). 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247