Guedes enquadra Lorenzoni: é político falando de economia

O economista Paulo Guedes, indicado por Jair Bolsonaro para chefiar o Ministério da Fazenda, enquadrou o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RJ), que deverá assumir a Casa Civil, após divergências referentes à reforma da Previdência. "É um político falando de coisa de economia. É a mesma coisa que eu sair falando coisa de política. Não dá certo, né?", disparou Guedes;  economista já  havia dito a aliados que não irá submeter as decisões da sua pasta a aquiescência de Lorenzoni

Guedes enquadra Lorenzoni: é político falando de economia
Guedes enquadra Lorenzoni: é político falando de economia

247 - O economista Paulo Guedes, indicado por Jair Bolsonaro para chefiar o Ministério da Fazenda, enquadrou o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RJ), que deverá assumir o Ministério da Casa Civil, após divergências referentes à reforma da Previdência. "É um político falando de coisa de economia. É a mesma coisa que eu sair falando coisa de política. Não dá certo, né?", disparou Guedes. Declaração de Paulo Guedes foi feita após Lorenzoni discordar da urgência em alterar as regras da Previdência ainda neste ano, ao contrário do defendido por Guedes.

Lorenzoni já afirmou ser contrário em levar adiante a reforma da Previdência proposta pelo governo Michel Temer. Nesta terça-feira (30), Guedes – que já disse a aliados que não irá submeter as decisões da sua pasta a aquiescência de Lorenzoni – puxou para si a responsabilidade de realizar a reforma previdenciária. .

"Ele está dizendo que Onyx, que é coordenador político, está falando de banda cambial. Ao mesmo tempo diz que o Onyx, que é coordenador político, diz que não tem pressa na Previdência. Aí o mercado cai. Estão assustados por quê? É um político falando de coisa de economia. É a mesma coisa que eu sair falando coisa de política. Não dá certo, né?", afirmou Guedes.

"Acho que trabalharam dois anos nesta reforma. Passei dois anos dizendo: "aprovem a reforma da Previdência, aprovem a reforma da Previdência". Não é só porque agora passei para o governo, mudei o chapéu, vou dizer "não aprovem a reforma da Previdência", completou.

 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247