Guerra: "Não trabalho com hipótese da saída de Serra"

Presidente nacional do PSDB passou o dia dando explicações sobre a possível saída de José Serra do partido; Sérgio Guerra disse não "trabalhar com hipótese"; PPS confirma convite a ex-governador para compor "nova esquerda democrática"; é um momento de "desconforto e constragimento", diz Alvaro Dias, que critica decisão da cúpula tucana em antecipar nome de Aécio Neves para a Presidência

Guerra: "Não trabalho com hipótese da saída de Serra"
Guerra: "Não trabalho com hipótese da saída de Serra"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Juliane Sacerdote _Brasília 247 – O presidente nacional do PSDB enfrentou um longo dia nesta terça-feira 8. Depois de ler nos jornais as declarações de que José Serra pode deixar a legenda, Sérgio Guerra não viu mais seu telefone parar de tocar. Vários jornalistas ligaram para ele, na tentativa de saber como seria um ninho tucano sem Serra, um dos fundadores da sigla.

Na parte da manhã, deu várias entrevistas, sempre repetindo a mesma máxima: "não trabalho com a hipótese de Serra sair do partido". À tarde, esteve em reuniões e por estar cansado, segundo a assessoria, não poderia atender ao Brasil 247.

Um dia cansativo para responder a tantas questões. O PSDB rachou? Serra vai levar metade do eleitorado de São Paulo para onde for? Se não for Aécio, quem será o candidato tucano nas eleições de 2014 para a presidência da república?

As conversas com o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, movimentaram o meio político. Ao Brasil 247, o senador tucano Alvaro Dias (PR) se mostrou descontente com a realidade da legenda, e disse ser "inevitável a agitação interna" diante das circunstâncias, com a antecipação da candidatura do senador Aécio Neves à presidência. Para ele, houve um "processo equivocado" e uma "antecipação imprudente".

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) também foi procurado pelo Brasil 247, mas não quis comentar o assunto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email