Haddad atribui a Lula namoro com o PSD

Em entrevista, ele revela que sonho do ex-presidente era formar a chapa Haddad-Meirelles

Haddad atribui a Lula namoro com o PSD
Haddad atribui a Lula namoro com o PSD (Foto: FABIO MOTTA/AGÊNCIA ESTADO_PAULO PINTO/AGÊNCIA ESTADO)

247 – Em entrevista ao jornal Valor Econômico, publicada nesta sexta-feira, o candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, se esquivou de responsabilidade na tentativa de aproximação com o PSD do prefeito Gilberto Kassab, que se aliou ao rival José Serra. Haddad atribuiu o namoro com o PSD ao ex-presidente Lula, que gostaria de ver uma chapa com o ex-ministro da Educação e o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

“O presidente Lula, quando conversou comigo, estava muito animado com a possibilidade de termos na chapa, como vice, o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles. Isso realmente sensibilizou o presidente Lula e foi nesses termos que ele tocou no assunto comigo”, disse Haddad. Sobre a eventual aproximação com o peemedebista Gabriel Chalita, Haddad declarou que isso só ocorrerá no segundo turno, quando “estaremos juntos”.

O candidato do PT também foi muito cauteloso em relação à eleitora que ele ainda precisa conquistar: a senadora Marta Suplicy, preterida por ele na disputa interna. “Ela vai definir e vou respeitar a decisão que tomar, qualquer que seja o alcance da participação, se será agora ou daqui a três meses”. Marta ainda acredita que poderá ser convocada pelo PT a substituir Haddad, em função do mau desempenho do candidato nas pesquisas, até o presente momento.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247