Haddad diz que Centrão governa país: “aquele Congresso é um atraso de vida”

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad afirmou nesta quarta-feira que são os partidos de centro que governam o Brasil hoje e que a configuração atual do Congresso Nacional é um "atraso de vida"

(Foto: © Rovena Rosa/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou nesta quarta-feira (21) que são os partidos de centro que governam o Brasil hoje e que a configuração atual do Congresso Nacional é um "atraso de vida". Segundo ele, o "Centrão está no paraíso, no que entendem. Agora o projeto é deles, eles estão desenhando o país à sua imagem".

“Se a democracia vencer em 2022, podemos fazer uma grande reflexão sobre que tipo de governo avançado, moderno, é possível no país. Basta olhar para o Congresso para ver que os limites são enormes. Aquele Congresso é um atraso de vida impressionante”, disse o petista em entrevista concedida ao UOL

"Depois de tudo que remamos, onde fomos parar? Na praia do passado, que queríamos ter superado. De coadjuvante virou ator principal. Ciro Nogueira, Arhur Lira, Ricardo Barros... Essa gente que está mandando no país ou não? Eles vão estar na base de Bolsonaro até o fim. Eu apostaria inclusive que Bolsonaro deve se filiar ao PP", disse.

PUBLICIDADE

Sobre o sistema de governo de semipresidencialismo, Haddad ressaltou que "a representação não tem nada a ver com o Congresso brasileiro".

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email