Haddad: governo e elite não têm compromisso em combater a desigualdade

"Todos os presidentes que tentaram combater a desigualdade foram tachados de populistas e defenestrados da vida pública", diz o ex-prefeito de São Paulo

Fernando Haddad
Fernando Haddad (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O presidenciável Fernando Haddad avalia, em sua coluna desta semana, que a desigualdade é o principal problema a ser enfrentado no país, mas afirma que não há compromisso deste governo nem da elite do país em enfrentá-lo.

"Este governo não tem nenhum compromisso em enfrentar o maior de todos os nossos problemas. A elite econômica deste país tampouco. Todos os presidentes que tentaram combater a desigualdade foram tachados de populistas e defenestrados da vida pública, e os ajustes sempre se fizeram sobre os que menos têm, preservando os privilégios de uns poucos", diz ele.

"Esses privilégios, nem os governos progressistas conseguiram reverter até agora. Nada é tão permanente entre nós do que a desigualdade, um pesadelo que vale a pena encarar", afirma.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247