Haddad ironiza artigo de Armínio Fraga: “O teto subiu no telhado”

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad ironizou o artigo publicado pelo ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga Armínio Fraga criticando o teto de gastos. "O teto subiu no telhado", disse

Fernando Haddad
Fernando Haddad (Foto: Felipe Gonçalves / Brasil 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad ironizou neste domingo (30) o artigo publicado pelo ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga criticando o teto de gastos, uma das principais medidas em vigor deste que Dilma Rousseff sofreu um golpe para que fosse imposta no País uma agenda ultraneoliberal. "O teto subiu no telhado", disse.

A PEC do Teto dos Gastos, aprovada no governo Michel Temer e apoiada pela equipe de Jair Bolsonaro, congela os investimentos públicos por 20 anos. Neste período o investimento de um ano deve corresponder ao do ano anterior, corrigido pela inflação. 

No artigo, Fraga disse que "o futuro macroeconômico do país ainda está longe de ser confiável". "Quem vai investir em um país com indicadores tão incertos? O que fazer então com o teto?", questionou.

"Restam então duas alternativas: defender a ferro e fogo o teto ou buscar uma saída mais equilibrada. Não creio que a defesa pura e simples do teto seja uma solução viável por muito mais tempo. Melhor planejar o quanto antes uma saída organizada e crível", acrescentou.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247