Haja sorte!

Um apostador ganhou 550 vezes na loteria. Outro, 327 vezes. Mas o mais incrível de todos é um cidadão agraciado com 107 prêmios da loteria, em sete modalidades diferentes, em vários estados da Federação e no mesmo dia!

A instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as loterias da Caixa Econômica Federal – CEF, mais que uma demanda necessária, evidencia-se como urgente.

Encontro no dia 7 de maio com o Senhor Gilson César Pereira Braga, Superintendente Nacional de Loterias da Caixa Econômica Federal, revelou que minha intuição estava correta. Na conversa, mostrei-lhe números que pareciam surreais: um apostador que ganhou 550 vezes na loteria, outro que ganhou 327 vezes, ou – o mais incrível de todos – um cidadão agraciado com 107 prêmios da loteria, em sete modalidades diferentes, em vários estados da Federação e no mesmo dia! Diante desses absurdos, ouvi do superintendente uma resposta que, francamente, jamais poderia imaginar receber: Ou eles têm muita sorte, ou fazem muitos jogos.

Ainda insisti, com perplexidade, em confirmar se esses dados seriam verdadeiros. Sim, são verdadeiros, as suas informações estão corretas, respondeu o Senhor Gilson Braga. Cabe notar, fato que deixei claro na conversa, que o cálculo matemático encomendado por mim aponta que a probabilidade de uma pessoa ganhar na loteria, jogando três cartões toda semana, é de uma vez em 400 anos. Não é, portanto, razoável acreditar que pessoas tivessem vencido prêmios mais de 500 vezes!

Apesar de demonstrar segurança e de afirmar que as Loterias da CEF são submetidas a rigorosos critérios de controle, o Superintende de Loterias não me convenceu. Acho que nem a mim, nem a milhões de brasileiros que fazem todos os dias suas apostas nas Loterias da Caixa. De acordo com dados da própria instituição, retirados da publicação A Sorte em Números 2012, só no ano passado o volume de vendas das Loterias Federais – considerando todas as dez modalidades – totalizou R$ 10,49 bilhões, os quais representaram a possibilidade de realização dos sonhos de milhares de apostadores.

Por essa razão, além de enviar requerimentos de informação ao COAF – Conselho de Controle de Atividades Financeiras e à própria Caixa Econômica Federal, vamos mobilizar o maior número de assinaturas para instalar, com urgência, na Câmara Federal, a CPI das Loterias da Caixa.

É melhor investigar que acreditar em tanta sorte! 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247