Ibope: Haddad cresce e supera Bolsonaro no segundo turno

Pesquisa Ibope para presidente divulgada na noite desta quarta-feira 3 aponta que Jair Bolsonaro oscilou de 31% para 32%, enquanto Fernando Haddad, do PT, de 21% para 23%; Ciro Gomes foi de 11% para 10% e Geraldo Alckmin de 8% para 7%; Marina Silva registrou 4%; nas simulações de segundo turno, Haddad vence Bolsonaro por 43% a 41%; rejeição ao petista caiu para 37%

Ibope: Haddad cresce e supera Bolsonaro no segundo turno
Ibope: Haddad cresce e supera Bolsonaro no segundo turno
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisa Ibope para presidência da República divulgada na noite desta quarta-feira 3 aponta que Jair Bolsonaro (PSL) oscilou de 31% para 32%, enquanto Fernando Haddad, do PT, de 21% para 23%. Nos votos válidos, Bolsonaro tem 38% e Haddad, 28%. O levantamento foi realizado na segunda (1) e na terça (2).

Confira abaixo os dados:

Jair Bolsonaro (PSL): 32%
Fernando Haddad (PT): 23%
Ciro Gomes (PDT): 10%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Marina Silva (Rede): 4%
João Amoêdo (Novo): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Alvaro Dias (Podemos): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 11%
Não sabe/não respondeu: 6%

Nas simulações de segundo turno, Haddad voltou a vencer Bolsonaro, por 43% a 41%, embora dentro da margem de erro, diferente do último Ibope, divulgado na segunda. Bolsonaro também perde para Ciro Gomes (46% a 39%) e empata tecnicamente com Alckmin (41% a 40%) e com Marina Silva (43% a 39%).

A rejeição ao petista caiu de 38% para 37%, enquanto a de Bolsonaro caiu de 44% para 42%.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247