Incapaz de governar, Bolsonaro agride Haddad

Desautorizado por generais, ministros e até pelo secretário da Receita, o presidente Jair Bolsonaro voltou às redes sociais neste sábado para agredir o ex-prefeito Fernando Haddad; contrariando a postura de um estadista, Bolsonaro chamou o "petista de fantoche de presidiário corrupto", "marmita" e que inventa motivos para justificar a derrota nas eleições; Haddad respondeu prontamente, convidando o presidente para um debate frente a frente. "Parece que o Jair quer debater comigo pelas redes sociais. Já é um bom começo. Hora dessas ele toma coragem! Reparem a educação do moço: coisa de estadista"

Incapaz de governar, Bolsonaro agride Haddad
Incapaz de governar, Bolsonaro agride Haddad
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou mais uma vez suas redes sociais neste sábado (5) para atacar o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), seu adversário na disputa presidencial de 2018. Depois de ser desautorizado por seus subordinados, de generais, ministros e até mesmo secretários, Bolsonaro acusou o petista de dizer que "está na moda um anti-intelectualismo no Brasil", o que foi rebatido por Haddad.

"Haddad, o fantoche do presidiário corrupto, escreve que está na moda um anti-intelectualismo no Brasil. A verdade é que o marmita, como todo petista, fica inventando motivos para a derrota vergonhosa que sofreram nas eleições, mesmo com campanha mais de 30 milhões mais cara", disse o presidente, em sua conta no Twitter.

"Eles procuram e criam todos os motivos possíveis para estarem sendo rejeitados pela maioria da população, só não citam o verdadeiro: o PT quebrou o Brasil de tanto roubar, deixou a violência tomar proporções de guerra, é uma verdadeira quadrilha e ninguém aguenta mais isso!", completou, em outra postagem.

Haddad respondeu prontamente, dizendo que a frase não era sua, mas de um jornalista da rede estatal alemã Deutsch Welle, e que se Bolsonaro quisesse debater, teria de fazer cara a cara.

"Na verdade, quem disse isso foi um jornalista da Deutsche Welle, mas se você já se sentir seguro para um debate frente a frente, estou disponível. Forte abraço!", rebateu Haddad. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247