Itamaraty sai em defesa do ilegítimo Temer e mente sobre crise fiscal

diário inglês The Guardian publica carta enviada pelo embaixador do Brasil no Reino Unido, Eduardo Santos, em que responde a outra carta publicada no jornal em 31 de agosto classificando o governo de Michel Temer de "ilegítimo"; no texto, Santos lembra que Temer e Dilma Rousseff foram eleitos juntos em 2014 e que, após o processo de impeachment, o vice assumiu o poder; "Seguindo as regras da lei, nossas instituições democráticas e republicanas provaram mais uma vez sua resiliência diante de uma crise muito séria", escreve; no entanto, o embaixador não fala nada sobre o fato de Temer estar fazendo o maior rombo da história

diário inglês The Guardian publica carta enviada pelo embaixador do Brasil no Reino Unido, Eduardo Santos, em que responde a outra carta publicada no jornal em 31 de agosto classificando o governo de Michel Temer de "ilegítimo"; no texto, Santos lembra que Temer e Dilma Rousseff foram eleitos juntos em 2014 e que, após o processo de impeachment, o vice assumiu o poder; "Seguindo as regras da lei, nossas instituições democráticas e republicanas provaram mais uma vez sua resiliência diante de uma crise muito séria", escreve; no entanto, o embaixador não fala nada sobre o fato de Temer estar fazendo o maior rombo da história
diário inglês The Guardian publica carta enviada pelo embaixador do Brasil no Reino Unido, Eduardo Santos, em que responde a outra carta publicada no jornal em 31 de agosto classificando o governo de Michel Temer de "ilegítimo"; no texto, Santos lembra que Temer e Dilma Rousseff foram eleitos juntos em 2014 e que, após o processo de impeachment, o vice assumiu o poder; "Seguindo as regras da lei, nossas instituições democráticas e republicanas provaram mais uma vez sua resiliência diante de uma crise muito séria", escreve; no entanto, o embaixador não fala nada sobre o fato de Temer estar fazendo o maior rombo da história (Foto: Aquiles Lins)

247 - O diário inglês The Guardian publica carta enviada pelo embaixador do Brasil no Reino Unido, Eduardo Santos, em que responde a outra carta publicada no jornal em 31 de agosto classificando o governo de Michel Temer de "ilegítimo" (leia mais).

No texto, Santos lembra que Temer e Dilma Rousseff foram eleitos juntos em 2014 e que, após o processo de impeachment, o vice assumiu o poder. Segundo o embaixador, afirmar que o governo é ilegítimo não só é inverdade como também revela um desconhecimento do sistema político brasileiro.

"Seguindo as regras da lei, nossas instituições democráticas e republicanas provaram mais uma vez sua resiliência diante de uma crise muito séria", escreve. Ele ainda acrescenta que "também não é correto afirmar que Temer está reduzindo os programas sociais".

"Ao contrário, seu governo está colocando o País de volta nos trilhos depois de uma tremenda crise fiscal, econômica e social criada nos anos anteriores", defende.

Leia também: Guardian destaca caravana de Lula no Nordeste: "herói da esquerda"

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247