Jefferson diz que Sarney barrou indicação de ministro. Sarney nega

Disputa por cargos no primeiro escalão do governo Michel Temer ganhou novos ares após o ex-presidente José Sarney ser apontado pelo presidente nacional do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson, como o responsável por barrar a indicação do deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) para assumir o Ministério do Trabalho; "O Palácio me avisou hoje que tinha subido no telhado a nomeação do Pedro Fernandes, me ligou pedindo que pensássemos um novo nome por causa do problema de relação do Fernandes com o Sarney", afirmou Jefferson; por meio de nota, Sarney nega ter interferido na indicação

Disputa por cargos no primeiro escalão do governo Michel Temer ganhou novos ares após o ex-presidente José Sarney ser apontado pelo presidente nacional do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson, como o responsável por barrar a indicação do deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) para assumir o Ministério do Trabalho; "O Palácio me avisou hoje que tinha subido no telhado a nomeação do Pedro Fernandes, me ligou pedindo que pensássemos um novo nome por causa do problema de relação do Fernandes com o Sarney", afirmou Jefferson; por meio de nota, Sarney nega ter interferido na indicação
Disputa por cargos no primeiro escalão do governo Michel Temer ganhou novos ares após o ex-presidente José Sarney ser apontado pelo presidente nacional do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson, como o responsável por barrar a indicação do deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) para assumir o Ministério do Trabalho; "O Palácio me avisou hoje que tinha subido no telhado a nomeação do Pedro Fernandes, me ligou pedindo que pensássemos um novo nome por causa do problema de relação do Fernandes com o Sarney", afirmou Jefferson; por meio de nota, Sarney nega ter interferido na indicação (Foto: Paulo Emílio)

247 - A disputa por cargos no primeiro escalão do governo Michel Temer ganhou novos ares após o ex-presidente José Sarney ser apontado pelo presidente nacional do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson, como o responsável por barrar a indicação do deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) para assumir o Ministério do Trabalho.

"O Palácio me avisou hoje que tinha subido no telhado a nomeação do Pedro Fernandes, me ligou pedindo que pensássemos um novo nome por causa do problema de relação do Fernandes com o Sarney", afirmou Roberto Jefferson ao Broadcast do Estadão.

"O presidente Sarney não concorda com o nome. Ele queria conversar, mas o Fernandes não quis conversar com o presidente Sarney sobre o Maranhão, Então deu problema", completou.

Sarney barrou a indicação de Fernandes para evitar o fortalecimento do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Dino é adversário histórico do clã Sarney no Estado e o PTB apoia o governo do socialista. Nas eleições deste ano, Dino, que irá disputar a reeleição, deverá enfrentar a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), filha do ex-presidente.

Segundo Jefferson, o PTB não pretende indicar de imediato um novo nome para a pasta. "Vamos aguardar. Não temos pressa, para não parecer que o nome do Pedro Fernandes pode ser descartado assim. Vamos deixar decantar a crise por uns dez dias. Até que tenhamos nome de consenso, bem medido e remediado, o secretário executivo (Helton Yomura) pode ir muito bem tocando seu trabalho como ministro interino", disse Jefferson.

Por meio de nota, Sarney nega ter interferido na indicação de Pedro Fernandes para ocupar o Ministério do Trabalho.

 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247