Joaquim de Carvalho: a barbárie perdeu. STF negou ao PSL autorização para o Estado criar carrocinhas para crianças

"Na prática, se instituiria uma espécie de carrocinha para menores, a exemplo do que acontecia em muitas cidades em relação a cães encontrados na rua", afirma o jornalista Joaquim de Carvalho, no Diario do Centro do Mundo

(Foto: Reprodução)

247 - "Num momento de graves retrocessos, o Supremo Tribunal Federal tomou uma decisão que precisa ser destacada, por seu caráter civilizatório", escreve o jornalista Joaquim de Carvalho, no Diario do Centro do Mundo.

"A corte disse não a uma pedido formulado pelo partido de Jair Bolsonaro de permitir o recolhimento compulsório de crianças e adolescentes", diz.

De acordo com o jornalista, "na prática, se instituiria uma espécie de carrocinha para menores, a exemplo do que acontecia em muitas cidades em relação a cães encontrados na rua".

"O PSL propôs a ação em 2005, com objetivo de que fossem declarados inconstitucionais dois artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente, o 16 e o 230".

Leia a íntegra no DCM

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247