Justiça Eleitoral precisa “dar resposta” sobre Lula, diz Fux

Presidente do TSE, o ministro Luiz Fux afirmou nesta quinta-feira 26 que o tribunal precisa dar uma "resposta" sobre a situação eleitoral do ex-presidente Lula, a fim de definir o cenário eleitoral; "Meu exercício de mandato é até o dia 14, até o dia 14 o tribunal será célere, e tenho certeza que também o será quando a ministra Rosa assumir", afirmou; Lula tem 58% dos votos válidos, segundo pesquisa Vox, e só está preso para ser impedido de disputar as eleições, como denunciam as maiores lideranças globais

Justiça Eleitoral precisa “dar resposta” sobre Lula, diz Fux
Justiça Eleitoral precisa “dar resposta” sobre Lula, diz Fux (Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Luiz Fux, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou nesta quinta-feira 26 que o tribunal precisa dar uma "resposta" sobre a situação eleitoral do ex-presidente Lula, a fim de definir o cenário eleitoral.

"Meu exercício de mandato é até o dia 14, até o dia 14 o tribunal será célere, e tenho certeza que também o será quando a ministra Rosa assumir", afirmou, depois de ser questionado se o TSE seria rápido ao decidir a situação de Lula.

"É claro que essa é uma questão que o tribunal precisa dar uma resposta para fins de definição de um panorama político", acrescentou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247