Kassab deve voltar às Cidades, com Temer

Em um eventual governo de Temer, Gilberto Kassab (PSD) voltará para o Ministério das Cidades, de onde saiu 48 horas antes da votação do impeachment na Câmara dos Deputados; assim como ele, Henrique Alves, que comandava o Turismo, deve voltar e propôs juntar a pasta com o Esporte; o PR, que está à frente dos Transportes desde o primeiro mandato do ex-presidente Lula, também deverá continuar no comando do setor

Em um eventual governo de Temer, Gilberto Kassab (PSD) voltará para o Ministério das Cidades, de onde saiu 48 horas antes da votação do impeachment na Câmara dos Deputados; assim como ele, Henrique Alves, que comandava o Turismo, deve voltar e propôs juntar a pasta com o Esporte; o PR, que está à frente dos Transportes desde o primeiro mandato do ex-presidente Lula, também deverá continuar no comando do setor
Em um eventual governo de Temer, Gilberto Kassab (PSD) voltará para o Ministério das Cidades, de onde saiu 48 horas antes da votação do impeachment na Câmara dos Deputados; assim como ele, Henrique Alves, que comandava o Turismo, deve voltar e propôs juntar a pasta com o Esporte; o PR, que está à frente dos Transportes desde o primeiro mandato do ex-presidente Lula, também deverá continuar no comando do setor (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em um eventual governo de Temer, Gilberto Kassab (PSD) voltará para o Ministério das Cidades, de onde saiu 48 horas antes da votação do impeachment na Câmara dos Deputados.

Assim como ele, Henrique Alves, que comandava o Turismo, deve voltar e propôs juntar a pasta com o Esporte.

O PR, que está à frente dos Transportes desde o primeiro mandato do ex-presidente Lula, também deverá continuar no comando do setor. O atual ministro, Antonio Carlos Rodrigues, deixará a pasta e assumirá como presidente nacional do partido. Segundo sondagem do Valor, fala-se no ex-líder do partido na Câmara Maurício Quintella (AL), que renunciou à função para votar pelo impeachment, ou no ex-deputado mineiro Bernardo Santana, para seu lugar (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email