Líder do movimento França Insubmissa, Mélenchon visita Lula nesta quinta (5)

O ex-presidente Lula, preso político desde abril de 2018, recebe nesta quinta-feira (5) a visita do líder e fundador do movimento França Insubmissa, Jean-Luc Mélenchon, que tem denunciado internacionalmente a ilegalidade da prisão de Lula e seus objetivos políticos eleitorais

(Foto: Reuters/Phil Noble)

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso político desde abril de 2018, recebe nesta quinta-feira (5) a visita do líder e fundador do movimento França Insubmissa, Jean-Luc Mélenchon, que tem denunciado internacionalmente a ilegalidade da prisão de Lula e seus objetivos políticos eleitorais. O ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante também visita Lula nesta quinta.

Após o encontro, ambos atendem a imprensa na saída da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

O ex-presidente foi condenado sem provas no processo do triplex em Guarujá (SP), acusado de ter recebido da construtora OAS um apartamento como propina de R$ 3,7 milhões em contrapartida de contratos entre a empresa e a Petrobrás.

De acordo com uma das reportagens do Intercept Brasil, que vem divulgando irregularidades da Operação Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol duvidava da existência de provas contra Lula.

"No dia 9 de setembro de 2016, precisamente às 21h36 daquela sexta-feira, Deltan Dallagnol enviou uma mensagem a um grupo batizado de Incendiários ROJ, formado pelos procuradores que trabalhavam no caso. Ele digitou: 'Falarão que estamos acusando com base em notícia de jornal e indícios frágeis… então é um item que é bom que esteja bem amarrado. Fora esse item, até agora tenho receio da ligação entre petrobras e o enriquecimento, e depois que me falaram to com receio da história do apto… São pontos em que temos que ter as respostas ajustadas e na ponta da língua'", diz o site.

Na apresentação da denúncia, em setembro de 2016, o procurador Henrique Pozzobon admitiu que não havia "provas cabais" (expressão usada por ele) de que o ex-presidente era o proprietário do imóvel.

Atendimento à imprensa

Superintendência da Polícia Federal

Local: Rua Sandália Monzon, 210, Santa Cândida – Curitiba

Horário: 16h

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247