Líder sindical australiana diz que Lula é culpado por incomodar as elites

Secretária-geral da Confederação Sindical Internacional (CSI), Sharan Burrow, esteva reunida com o ex-presidente, junto com Vagner Freitas, presidente nacional da CUT

Líder sindical australiana diz que Lula é culpado por incomodar as elites
Líder sindical australiana diz que Lula é culpado por incomodar as elites (Foto: Cláudio Kbene)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A australiana Sharan Burrow, secretária-geral da Confederação Sindical Internacional (CSI), visitou o ex-presidente Lula, na tarde desta quinta-feira (9), junto com o presidente da CUT, Vagrner Freitas. Após o encontro, ambos contaram a experiência aos jornalistas.

Sharan se disse honrada pelo encontro com Lula. “Se os trabalhadores do mundo pudessem votar, eles votariam no presidente Lula”, disse ela. “Ele está determinado a concorrer à presidência. Ele sabe que seu povo não precisa viver na desigualdade. Ele é um líder para toda a classe trabalhadora no mundo. Lula é culpado por incomodar as elites. Ele foi um herói como presidente. Ele está numa solitária quando deveria estar com seu povo”, acrescentou.

“Lula não retira sua candidatura e vamos elegê-lo. Pediu pra dizer que Fernando Haddad é a voz dele enquanto estiver preso. Haddad tem essa tarefa dada pelo próprio presidente”, disse o líder da CUT. “O presidente pediu ao Haddad que viaje o país levando sua voz, garantindo que seja representado. E reafirmou que não retira sua candidatura”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247