Lista de Fachin: PSDB diz que investigações permitirão que verdade prevaleça

"Consideramos que as investigações das citações feitas permitirão que a verdade prevaleça, pondo fim a boatos e insinuações que não interessam aos que prezam a democracia, a ética e, sobretudo a Justiça. A partir de agora, os membros do partido citados terão a oportunidade de defesa e de fazer os esclarecimentos necessários a comprovar que agiram de forma correta e em consonância com a lei", diz a nota divulgada pela Executiva Nacional do PSDB

Edson Fachin 
Edson Fachin  (Foto: José Barbacena)

247 - Um dos partidos mais atingidos pelas delações da Operação Lava Jato, o PSDB se manifestou por meio de nota. Dois figurões do partido, os senadores Aécio Neves e José Serra, estão na lista de políticos que serão investigados pelo STF. A lista de Edson Fachin foi divulgada na tarde de hoje pelo jornal O Estado de S.PAulo.

Veja abaixo a nota do PSDB:

Nota Executiva Nacional do PSDB

O PSDB sempre defendeu o fim do sigilo das delações e o aprofundamento das investigações. Confiamos que elas serão conduzidas dentro do estrito respeito aos ritos processuais, com amplo direito de defesa e exercício do contraditório.

Consideramos que as investigações das citações feitas permitirão que a verdade prevaleça, pondo fim a boatos e insinuações que não interessam aos que prezam a democracia, a ética e, sobretudo a Justiça.

A partir de agora, os membros do partido citados terão a oportunidade de defesa e de fazer os esclarecimentos necessários a comprovar que agiram de forma correta e em consonância com a lei.

Executiva Nacional do PSDB

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247