Lobão diz que ANP vai apurar vazamento da Chevron

Ministro de Minas e Energia garantiu que a empresa ser punida severamente se no estiver "assumindo seu papel" e disse que deciso sobre royalties fica para 2012

Lobão diz que ANP vai apurar vazamento da Chevron
Lobão diz que ANP vai apurar vazamento da Chevron (Foto: SERGIO DUTTI/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje que a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vai apurar o caso do vazamento da Chevron no Rio de Janeiro e "aplicar os corretivos de acordo com a lei". "Se a Chevron não está assumindo o papel dela, mais severamente punida ela será", disse.

Ontem, a ANP informou que teve início processo de cimentação no poço 9-FR-50DP-RJS, localizado no Campo de Frade, e que abriu processo administrativo para a investigação do incidente.

A agência disse que mantém uma equipe de técnicos no Centro de Monitoramento da Chevron desde que foi informada sobre o surgimento da mancha, no dia 8, pela concessionária.

Decisão sobre royalties fica para 2012

Lobão disse ainda que a decisão sobre a distribuição dos royalties do petróleo deve ficar para 2012. Segundo Lobão, em encontro realizado ontem entre a presidente Dilma Rousseff e o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, a presidente disse que os números que constam no projeto do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) são diferentes dos do governo. "Dilma disse a ele (Casagrande) que os números que nós temos são diferentes dos apresentados pelo senador", afirmou Lobão.

O projeto do senador Vital do Rêgo aumenta a participação de quem não produz petróleo no rateio das receitas. Questionado se recomendaria o veto ao projeto do senador, Lobão disse que "não tem uma opinião formada sobre o projeto".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email