Luis Miguel: destino de Tabata será cair na vala comum dos kataguiris da vida

"Acho que a posição de queridinha da mídia só dura enquanto ela servir para criar cizânia na centro-esquerda", afirma o cientista político Luis Felipe Miguel em referência a Tabata Amaral (SP). Assim que sair do PDT e "ingressar num DEM, PSDB ou Podemos (quem sabe até o "novo" PSL?), seu destino será cair na vala comum dos kataguiris da vida", diz

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Luis Felipe Miguel, em seu Facebook

Tem gente que vaticina que Tabata Amaral tem um grande futuro pela frente.

Eu tenho cá minhas dúvidas. Ela é esperta e bem assessorada, sem dúvida, mas trincou bem cedo sua imagem de renovadora da política, com o escândalo da verba pública para o namorado. O discurso é ensaiadinho demais, artificial demais e ainda por cima tingido por um messianismo precoce, meio bizarro.

Acho que a posição de queridinha da mídia só dura enquanto ela servir para criar cizânia na centro-esquerda. Assim que sair do PDT, mantendo absurdamente seu mandato, e ingressar num DEM, PSDB ou Podemos (quem sabe até o "novo" PSL?), seu destino será cair na vala comum dos kataguiris da vida.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247