Luis Miguel sobre Lula: aceitar semiaberto não é abrir mão de anular processo

De acordo com o cientista político Luis Felipe Miguel, caso Lula aceite o regime semiaberto, não significaria "aceitar a legitimidade da punição e do julgamento". "Não é renunciar ao #LulaLivre - uma campanha, aliás, que é responsável pela crescente consciência da iniquidade da sua prisão e pelos recuos, ainda tímidos, de alguns de seus algozes", avalia

(Foto: Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Luis Felipe Miguel, em seu Facebook

Cabe a Lula decidir se vai ou não vai aceitar a progressão de regime que eventualmente lhe será proposta.

Lula é um líder político e há de fazer seus cálculos. É possível que tentem incluir cláusulas para humilhá-lo - a mídia especula uma exigência de uso de tornozeleira eletrônica, absolutamente despropositada, incabível.

Mas é importante ter em mente que aceitar o semiaberto não é aceitar a legitimidade da punição e do julgamento. Não é abrir mão da exigência da anulação do julgamento e de punição para o bandido de terno preto que então se fazia de juiz. Não é renunciar ao #LulaLivre - uma campanha, aliás, que é responsável pela crescente consciência da iniquidade da sua prisão e pelos recuos, ainda tímidos, de alguns de seus algozes.

Lula, para além do político, da lenda, é um ser humano, um homem de mais de 70 anos. Quantos dos últimos anos da sua vida ela vai desperdiçar numa cela em Curitiba, longe dos amigos e da família?

Eu, no lugar de Lula, não hesitaria. Mas, claro, eu não sou Lula. Seja qual for a decisão que ele tome, é uma decisão sobre sua própria vida - que deve ser respeitada. Minha solidariedade ao perseguido político e minha adesão à campanha pela anulação dos julgamentos injustos continuarão inalteradas, seja de um jeito ou de outro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email