Lula diz para Dilma assumir defesa do governo

"Olha, na outra eleição, quem não te conhecia, quem tinha dúvida de votar em você, eu dizia 'pode confiar, pode votar que eu confio'. Agora, quatro anos depois, você é conhecida, você é quem vai ter que convencer as pessoas a votar em você. E você é quem vai ter que defender o governo. Depois sou eu e depois é o PT", disse o ex-presidente Lula; ele orientou Dilma a aproveitar a pré-campanha para sair às ruas, inaugurar obras e conversar muito com a população  

"Olha, na outra eleição, quem não te conhecia, quem tinha dúvida de votar em você, eu dizia 'pode confiar, pode votar que eu confio'. Agora, quatro anos depois, você é conhecida, você é quem vai ter que convencer as pessoas a votar em você. E você é quem vai ter que defender o governo. Depois sou eu e depois é o PT", disse o ex-presidente Lula; ele orientou Dilma a aproveitar a pré-campanha para sair às ruas, inaugurar obras e conversar muito com a população
 
"Olha, na outra eleição, quem não te conhecia, quem tinha dúvida de votar em você, eu dizia 'pode confiar, pode votar que eu confio'. Agora, quatro anos depois, você é conhecida, você é quem vai ter que convencer as pessoas a votar em você. E você é quem vai ter que defender o governo. Depois sou eu e depois é o PT", disse o ex-presidente Lula; ele orientou Dilma a aproveitar a pré-campanha para sair às ruas, inaugurar obras e conversar muito com a população   (Foto: Roberta Namour)

247 – Autointitulado maior cabo eleitoral da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que agora cabe à própria Dilma assumir as rédeas de sua campanha e da defesa do governo.

"Olha, na outra eleição, quem não te conhecia, quem tinha dúvida de votar em você, eu dizia 'pode confiar, pode votar que eu confio'. Agora, quatro anos depois, você é conhecida, você é quem vai ter que convencer as pessoas a votar em você. E você é quem vai ter que defender o governo. Depois sou eu e depois é o PT", disse Lula.

Lula orientou a presidente a aproveitar a pré-campanha para sair às ruas, inaugurar obras e conversar muito com a população. Dilma só entra oficialmente na campanha em julho. Em maio, o PT também vai exibir seu programa partidário do PT.

Leia aqui a matéria de Raymundo Costa sobre o assunto.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247