Lula é o maior cabo eleitoral, seguido de JB

Segundo o Datafolha, ex-presidente Lula (PT) segue como maior cabo eleitoral do País, com 36% de influência positiva sobre os votos dos brasileiros; presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que está prestes a se aposentar, apareceu em segundo; 26% dos eleitores afirmam que votariam em candidato indicado por ele; a ex-senadora Marina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos (PSB) soma 18% de influência e ultrapassa o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, que apoia o presidenciável Aécio Neves, e fica em último na lista, com 12% 

Segundo o Datafolha, ex-presidente Lula (PT) segue como maior cabo eleitoral do País, com 36% de influência positiva sobre os votos dos brasileiros; presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que está prestes a se aposentar, apareceu em segundo; 26% dos eleitores afirmam que votariam em candidato indicado por ele; a ex-senadora Marina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos (PSB) soma 18% de influência e ultrapassa o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, que apoia o presidenciável Aécio Neves, e fica em último na lista, com 12% 
Segundo o Datafolha, ex-presidente Lula (PT) segue como maior cabo eleitoral do País, com 36% de influência positiva sobre os votos dos brasileiros; presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que está prestes a se aposentar, apareceu em segundo; 26% dos eleitores afirmam que votariam em candidato indicado por ele; a ex-senadora Marina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos (PSB) soma 18% de influência e ultrapassa o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, que apoia o presidenciável Aécio Neves, e fica em último na lista, com 12%  (Foto: Roberta Namour)

247 – Em cenário que testa a influência de personalidades nas intenções de voto, o Datafolha aponta que o ex-presidente Lula segue como o maior cabo eleitoral. 36% dos brasileiros entrevistados dizem que votariam "com certeza" em alguém apoiado pelo petista (2% a mais que o atual desempenho de Dilma em intenções de voto, 34%).

Lula é seguido pelo atual presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa: 26% dos eleitores afirmam que votariam em candidato indicado por ele. Ele ainda não deixou a cadeira de ministro e, portanto, não poderá concorrer em 2014. Mas poderá declarar apoio a algum candidato.

A ex-senadora Marina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos (PSB) soma 18% de influência e ultrapassa o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, que apoia o presidenciável Aécio Neves, com 12% (leia mais).

Embora não tenha feito simulações com Lula como candidato, o Datafolha mediu sua rejeição. Ela seria a menor, com apenas 17%, inferior aos números de Dilma (35%), Campos (29%) e Aécio (29%).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247