Lula e Renan se reúnem nesta quinta em Brasília

Ex-presidente terá um almoço com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em Brasília; objetivo do encontro seria promover uma reaproximação de Renan com a presidente Dilma Rousseff; tentativa de reaproximação acontece em um movimento delicado para o governo em função da votação das medidas do ajuste fiscal pelo Congresso Nacional

SAO PAULO SP 12/04/2013 POLITICA Encontro de Lula  com Renan Calheiros, presidente do Senado, em Sao Paulo  Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
SAO PAULO SP 12/04/2013 POLITICA Encontro de Lula com Renan Calheiros, presidente do Senado, em Sao Paulo Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá um almoço com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), nesta quinta-feira (14), em Brasília. O objetivo do encontro seria promover uma reaproximação de Renan com a presidente Dilma Rousseff, minimizando o desgaste da relação entre eles. A tentativa de reaproximação acontece em um movimento delicado para o governo em função da votação das medidas do ajuste fiscal pelo Congresso Nacional.

A base governista teme que a votação das medidas provisórias 664 e 665, que já passaram pela Câmara, acabem resultando em uma derrota no Senado. As MPs endurecem as regras para a concessão do seguro-desemprego e de benefícios previdenciários. O peemedebista já havia adiantado que não concorda com os termos das MPs por avaliar que as propostas incidem apenas sobre os trabalhadores e aposentados sem que o governo demonstre intenção de "cortar na própria carne".

Durante o encontro, a indicação do jurista Luiz Edson Fachin para o Supremo Tribunal Federal (STF) também deverá constar da conversa entre Lula e Renan. O nome de Fachin foi aprovado nesta terça¬-feira (12), pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado por 20 votos a favor e 7 contra. A votação em plenário, contudo, acontecerá nos próximos dias, e o governo teme que Renan possa trabalhar contra a indicação do jurista paranaense.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247