Lula: Judiciário fez denúncia vazia contra Haddad na eleição e escondeu caso Queiroz

Ex-presidente lembra que a "denúncia absurda", como se refere ao processo que acaba de ser arquivado pela 12ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo por corrupção e lavagem de dinheiro contra Fernando Haddad, prejudicou o então candidato do PT à presidência durante a campanha em 2018 e ainda compara que o caso Queiroz, que atinge a família Bolsonaro, "só foi aparecer depois da eleição"; enquanto isso, ele, Lula, foi "impedido de disputar, condenado por Moro por 'atos indeterminados'"

Lula: Judiciário fez denúncia vazia contra Haddad na eleição e escondeu caso Queiroz
Lula: Judiciário fez denúncia vazia contra Haddad na eleição e escondeu caso Queiroz

247 - O ex-presidente Lula reagiu nesta quarta-feira 27 à denúncia que havia sido apresentada contra o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad por corrupção e lavagem de dinheiro, e que acaba de ser arquivada pela 12ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Lula chama o processo de "absurdo" e lembra que ele prejudicou o então candidato do PT à presidência da República durante a campanha em 2018, com repercussão na imprensa tradicional, como a Globo.

Em uma postagem feita por sua equipe no Facebook, Lula compara ainda o processo contra Haddad com o caso de Fabrício Queiroz, que atinge em cheio a família Bolsonaro, mas "só foi aparecer depois da eleição". Queiroz era assessor direto de Flávio Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro, acusado de receber dezenas de depósitos de outros servidores do gabinete do filho do presidente. Também foi ele quem indicou a contratação de integrantes de milícia do Rio de Janeiro para o gabinete de Flávio. 

"E Lula foi impedido de disputar, condenado por Moro por 'atos indeterminados'", termina a mensagem no Facebook. Confira:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247