Lula: melhor perder ministérios do que a Presidência

Em reunião nesta quarta-feira, o ex-presidente Lula aconselhou a presidente Dilma Rousseff a privilegiar os pedidos do PMDB na reforma ministerial;“É melhor perder ministérios do que a Presidência”, teria dito; ele também sugeriu a sua sucessora que adiasse por alguns dias o anúncio das mudanças para “amarrar bem” os acordos; “Você não pode errar”, insistiu; o PMDB deve ficar com o Ministério da Saúde - hoje sob o comando do PT

PRESIDENTA DILMA DURANTE ENCONTRO COM O EX PRES LULA EM SAO PAULO, NO HOTEL MERCURY. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
PRESIDENTA DILMA DURANTE ENCONTRO COM O EX PRES LULA EM SAO PAULO, NO HOTEL MERCURY. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – No encontro com a presidente Dilma Rousseff desta quarta-feira, o ex-presidente Lula aconselhou-a a privilegiar os pedidos do PMDB na reforma ministerial. “É melhor perder ministérios do que a Presidência”, teria dito Lula, segundo reportagem de Letícia Sorg, do ‘Estado de S. Paulo’.

Ele avaliou como positiva a estratégia de Dilma de oferecer pastas às bancadas peemedebistas do Senado e da Câmara, incluindo o Ministério da Saúde - hoje com o PT. O nome sondado é o do deputado Manoel Júnior (PB), homem da confiança do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Dilma cogita ainda barrar a fusão das Secretarias de Portos e Aviação Civil para deixar o partido com seis ministérios.

Os ministros da Aviação Civil, Eliseu Padilha, Minas e Energia, Eduardo Braga, e da Agricultura, Kátia Abreu, continuam em seus postos. Henrique Eduardo Alves, do Turismo, também ligado a Cunha, deve seguir no posto.

Lula também sugeriu à Dilma que adiasse por alguns dias o anúncio da reforma ministerial, para “amarrar bem” os acordos. “Você não pode errar”, insistiu ele (leia mais).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247