Lula orienta Haddad a manter discurso à esquerda

"O ex-presidente identificou pressões dentro do próprio partido para que Haddad antecipe para o primeiro turno alianças e conversas típicas do segundo, numa forma de consolidar sua dianteira diante de Ciro Gomes e enfraquecer o rival Jair Bolsonaro. Não é esse o conselho de Lula, que está orientando Haddad a manter o discurso à esquerda, sob o argumento de que o povão não gosta de recuos", aponta a jornalista Helena Chagas

Lula orienta Haddad a manter discurso à esquerda
Lula orienta Haddad a manter discurso à esquerda (Foto: Paulo Pinto/Agência PT)

Por Helena Chagas, nos Divergentes - Lá de Curitiba, o ex-presidente Lula tem deixado claro a quem o visita que está muito satisfeito com o êxito de sua estratégia de transferência de votos para Fernando Haddad, e acha que a curva continua subindo até dia 7. Mas está mandando um aviso aos navegantes: não é hora de mudar de curso, ou seja, assumir compromissos com o mercado e outros setores do establishment.

O ex-presidente identificou pressões dentro do próprio partido para que Haddad antecipe para o primeiro turno alianças e conversas típicas do segundo, numa forma de consolidar sua dianteira diante de Ciro Gomes e enfraquecer o rival Jair Bolsonaro. Não é esse o conselho de Lula, que está orientando Haddad a manter o discurso à esquerda, sob o argumento de que o povão não gosta de recuos e não vai aceitar nada que se assemelhe a alguma negociata eleitoral com forças como o centrão, por exemplo.

Leia a íntegra nos Divergentes

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247